sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Não faça drama, porque eu fiz xixi na cama!

Hoje, levando as crianças para a escola, ouvimos a música "Funk do xixi" do CD "Casa Amarela" da Ivete e do Saulo. Para quem não conhece, eu recomendo!
Meu filho de 10 anos que colocou. Eu perguntei: "É o seu funk, filho?". E ele: "ERA , né, mãe!".
E eu comecei a lembrar dessa fase que custou a passar. Os dois meninos fizeram xixi na cama até tarde, mas em compensação a Lilica só escapou poucas vezes, e isso já é passado.
Mas o que a música me fez pensar, é que, mesmo sendo um saco limpar a sujeirada toda de madrugada, (eu sei) é só uma fase, e como todas: PASSA.
Então resolvi fazer essa campanha de "Desdramatização do xixi na cama".
A inspiração:

"Eu faço xixi na cama
É difícil segurar
Sonho que tô no vasinho
e ele vem devagarinho.

É quentinho, é quentinho,
é quentinho, é bem quentinho

Quando acordo na preguiça
minha cama tá molhada
Não foi chuva lá do céu
Eu acho é que vazou da fralda.

É quentinho, é quentinho,
é quentinho, é bem quentinho

Chato é de madrugada
Quando tenho que acordar
Pra fazer o meu xixi
Sinto vontade de chorar

É quentinho, é quentinho,
é quentinho, é bem quentinho

Todo mundo faz, todo mundo faz
a babá já fez e o vovô ainda faz.

Não faça drama, porque eu fiz xixi na cama"

Portanto, se o seu pequenino fizer o xixizinho dele na cama, converse, sim! Mas não faça drama!!!
E eu não estou falando só porque os meus dias de trocar lençol de madrugada já passaram, não. É porque, hoje, vejo que poderia ter levado mais "numa boa", e sem drama!







quarta-feira, 27 de outubro de 2010

De quem você gosta? Do Jr, da 4ª C

Já faz algum tempo que eu tenho visto essa brincadeira rolando por aí. E alguém falou (não lembro mais quem) que parecia aquele "Caderno de Perguntas" da época do colégio. Achei o máximo a comparação e a recordação.
As minhas alunas andaram, algum tempo atrás, com um desses. Provavelmente alguma mãe saudosa ensinou a filha como arrancar dos meninos a resposta para: "De quem você gosta?"
Quem me mandou foi a Renata, do Des-Manual.
Ela me mandou também esse selinho (tks) e tenho que falar sobre ela. Infelizmente, ainda não consigo falar com muita propriedade, mas adoro o blog dela, e sei que, um dia, ela vai ser uma mãezona!!!


Ai, ai... como eu adoro esses selinhos!!! Ainda vou criar um. E já sei até para quem eu vou pedir ajuda...rs

Vamos ao que interessa.
Pergunta que eu respondo...


1) Você se dá bem com sua sogra?
Sim. Sempre nos demos bem. Também, nós duas somos pessoas fáceis de levar.

  2) Qual o seu desafio?
Escolher uma profissão e segui-la. Gosto de tudo o que faço, e quero fazer tudo, e se torna impossível.

  3) O que diria a seu chefe se ganhasse na Loteria?
Queridas, eu adoro vocês, mas segunda-feira terá outra pessoa em meu lugar, OK?

  4) O que faria se descobrisse que alguém está mentindo pra você?
Iria desmascarar a figura e cortar relação, se possível.

 5) Se tua casa sofrer um incêndio e apenas puder salvar uma única coisa, o que salvaria? Por quê?
As fotos.

 6) Entras num local com muita gente, que fazes?
Faço o que eu fui fazer naquele recinto. Não tenho muita vergonha na cara, só um pouquinho.

 7) Vê um recipiente meio cheio ou meio vazio? Por quê?
Completamente cheio. Sou uma sonhadora.

  8) Encontras uma Lamparina Mágica. Que três desejos pedes?
  • Saúde eterna para quem eu amo.
  • Um Milhão de dólares.
  • Outra Lamparina.
9) O que te levou a criar um blog?
 Para escrever sobre um dos assuntos que eu mais amo e domino: MEUS FILHOS!

10) Se fosse um dinossauro, como te chamarias?
 Mamassaura chatonildex

 11) Você mudaria algo no seu passado?
Não.

 12) Qual é seu sonho?
Ver meus filhos felizes e realizados.

 13) O que fizeste de mais vergolhoso?
Tenho um rol de foras, mas vou contar um dos últimos.

Estavámos no Rio, em janeiro, numa festa em que a Maria Gadu (adoro) seria DJ. Uma amiga (queridíssima...rs) mostrou uma moça que estava dançando ao nosso lado, como sendo ela.
Aí, quando chegou a hora dela subir no palco, o dono da festa (Pedro Neschling) chamava ela que estava sumida, e eu, louca, comecei a pular por trás da sósia e gritar: “Tá aqui, AQUI...olha ela aqui!!!”
Enquanto isso, sobe a própria no palco e eu olho para cara da amiga e digo: “Tu qué que eu apanhe, maluca?”
Sorte que, ou a sósia não ouviu, (impossível devido ao volume dos gritos) ou achou que eu sou louca mesmo, e não tava tirando sarro da cara dela...

 14) Se fosse um animal, qual seria?
Macaco

 15) O que nunca faria por dinheiro?
Algo que colocasse os meus filhos em risco.
Vocês vão pensar: E o resto? O resto eu faria se meus filhos estivessem passando fome...

 16) O que ou quem é capaz de te tirar do sério?
Qualquer pequena coisa em um dia que eu não dormi direito. Fico insuportável.

 17) O que fizeste em tua vida de que tenhas orgulho?
A minha família.

 18) Como gostarias de te enamorar?
Mais vezes. De vez em quando é bom. E acontece aqui. Me apaixono pelo mesmo homem... e é maravilhoso sentir as tais borboletas de novo.

 19) Com que personagem, famoso ou não famoso, gostarias de parecer-te?
A Mulher Invisível. Primeiro para ter aquele corpitcho todo da Luana. Segundo para poder xeretar ambientes secretos. Xereta, eu? Magina...

 20) O que mais preza na vida?
A minha família

 21) O que significa PAZ para você?
Meus filhos com saúde e de preferência sem brigar.

 22) O que é AMOR para você?
É doação. Não adianta falar que ama se você não abre mão de nada na sua vida por essa pessoa. É assim que amo e me sinto amada.

 23) Se pudesse mudar alguma coisa no mundo o que mudaria?
A ignorância. Sem informação quem consegue fazer um mundo melhor? E acho que todos fariam se soubessem. Ainda acredito no ser humano. (na maioria, pelo menos)

 24) Qual seria tua opção para outra atividade profissional que não fosse a tua?
Promotora de eventos. Adoro organizar uma festinha.

 25) Qual a sua melhor lembrança?
O sorriso de cada um dos meus filhos. E quem é mãe, sabe que não é demagogia. Quando eles dão um sorriso ou uma gargalhada, eu me sinto no céu!

 26) Se fosse só fechar os olhos e imaginar, onde gostaria de estar agora, quando abrisse os olhos?
No Bailinho.

27) Onde, como e fazendo o que você imagina sua vida daqui a 10 anos?
No Brasil, com a casa um pouco mais vazia, pois o Theo e o Luca já estarão na faculdade, e talvez seja em outra cidade. Estarei fazendo coisas que hoje não posso fazer, como: fazer aula de dança com o maridão numa terça-feira normal ou pegar um cineminha na quarta.

 28) Se pudesse escolher alguma personalidade famosa para conhecer pessoalmente, quem seria e por quê? (pode ser de qualquer época, mesmo falecidos)
Julia Roberts. Porque acho ela linda e maravilhosa, e acho, ainda, que ela deve ser boa de papo. Teríamos que sentar para tomar uma cervejinha noite a fora para eu ter certeza.

 29) Qual seu maior medo? Escreva sobre ele.
MORRO de medo que meus filhos sofram qualquer tipo de violência. Graças à Deus nunca passei por nenhuma situação de violência, nem física nem psicológica, e espero que eles também passem por essa vida livres, leves e soltos.

Agora, tenho que propor uma nova pergunta para que a cadeia siga e se vão juntando perguntas novas de blog em blog…

 30) Qual parte da sua casa você mais gosta? Por quê?


Adorei a brincadeira e vou indicar 5 pessoas para responder e de quebra "Você ainda leva esse selinho lindo para enfeitar o seu bloguinho".rs
And the Questions goes to...

Patricia - João e Marias - Eu desafio ela a responder com fotos, já que o blog ela é de fotos (não me xinga!)
Tati - Minha Vida (não) Tão Secreta Assim

Olha, andei por aí e TODAS as pessoas que pensei em presentear já brincaram. Algumas que eu presentearia, não curtem (aparentemente). Então vamos combinar uma coisa: Quem passar por aqui, gostar e quiser, me fala, OK?

Antes de encerrar, preciso falar que adorei as perguntas em Português de Portugal. Me fez lembrar o meu Bô Julinho. Meu bisavô que morreu aos 95 anos (de morte-morrida-quase-que-natural), veio da Terrinha, e foi uma pessoa espetacular que deu a base para o caráter que a minha família sustenta hoje em dia!!! Saudade boa...







terça-feira, 26 de outubro de 2010

É campeão!!!

Medalha de ouro!!!
Foi o que trouxemos para casa domingo.
Meu craque fez a sua parte, o time tava empolgado e o nosso goleiro, tava inspirado como nunca!!!
Meu filhote joga futsal no Santos FC. Escolinha. E vai começar a jogar pelo time num campeotado da região.
Foi convidado pela escola para jogar a Copa 121 anos do Clube dos Ingleses, um clube da cidade.
Para nós, era final de Copa do mundo. Eu e o marido estavamos mais nervosos que o craque. Mas o discurso foi parcial: "Filho, o importante é que você vai se divertir jogando a sua bolinha que você adora..."
E com a calma e a habilidade que Deus lhe deu, fez 2 gols (do 4X1) e colocou o ouro no peito...Que emoção!
Melhor do que palavras, são as fotos que a nossa fotógrafa particular tirou:


O jogo















 
O time CAMPEÃO


A mãe coruja


A medalha


A torcida




E pra quem achava que a Lia é a minha cara:



Por hoje chega de rever tanta emoção!!!


Ps.: As fotos são da fotógrafa Patrícia Duarte



segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Ética - Blogagem Coletiva


Para começar este post vou ter que contar uma histórinha:

Nossa amiga blogueira Camila foi plagiada. Alguém simplesmente raptou a descrição do perfil dela e usou como seu.
Mesmas palavras, provavelmente, foto diferente.

Ainda não cheguei a conclusão do que é pior: roubar uma foto ou um texto.
O que é pior, talvez, seja a maneira que será usado o texto ou a foto.
Eu já usei muita foto que não me pertence, sem creditar. Mesmo porque às vezes fica difícil achar o dono da imagem no Google. Quando quero uma imagem que tenha a ver com o meu texto, procuro no Google, e aparece tantas iguais sendo usadas por tantos sites ou blogs diferentes, que não dá para saber de quem realmente é... Nunca mais!!!

Enfim...
A partir disso, surgiu um movimento de blogagem coletiva. Não sei se a idéia é alertar os blogueiros em geral para tomar mais cuidado (para mim já funcionou) ou se para chegar a algum lugar, mesmo, e reinvindicar atitudes legislativas...
Mas já disse e repito, sem divulgar a criminosa, fica difícil se proteger (sem falar da curiosidade feminina)

Os blogs participantes até agora são:

http://mamaetaocupada.blogspot.com/
http://viveramarecriar.blogspot.com/
http://meuprojetinhodevida.blogspot.com/
http://maedobento.blogspot.com/
http://viajandonamaternidade.blogspot.com/
http://littlelittlediva.blogspot.com/
http://www.vinhosviagenseumavidacomum.blogspot.com/
http://blogdaclauo.blogspot.com/
http://tuttopetit.blogspot.com/
http://contosmamaepolvo.blogspot.com/
http://meninina.blogspot.com/
http://mammisuperduper.blogspot.com/
http://desmanual.blogspot.com/
http://poutipourridesentimentos.blogspot.com/
http://mamae-pinel.blogspot.com/
http://leiteeprosa.blogspot.com/
http://graflor.blogspot.com/
http://viciadosemcolo.blogspot.com/
http://criancasnabagagem.blogspot.com/
http://tititidapietra.wordpress.com/
http://bebeporacaso.wordpress.com/
http://lilataeosgatos.blogspot.com/
http://sofia-educarcomcarinho.blogspot.com/

(Me desculpem se perdi alguém pelo caminho)

Tô adorando, porque, além de ter lido textos muito bons, tô conhecendo blogs novos para mim.
Apesar de ter que falar sobre ética, como todas aí em cima já falaram, e eu li tudo, ficaria difícil ser original sem citá-las, portanto, vou falar sobre:

O QUE PODEMOS FAZER EM RELAÇÃO A ISSO?

Me sinto muito culpada por não fazer mais coisas para melhorar o mundo para os meus filhos!
É claro que: reciclo, ando dentro das leis, não poluo e economizo água...
Mas me culpo por não fazer o que está FORA do meu alcance também!
Tenho preguiça!
Preguiça de fazer campanha política pelo que eu acredito, por exemplo. Às vezes, preguiça de lavar o pote de margarina para jogar no lixo limpo (é meio nojento, penso até de parar de consumir). Preguiça de lutar pelos meus direitos de consumidora...Tô até pensando em ir viajar ao invés de votar (vixe, acho que essa é a pior)
Confessei, assumi, mas não quero me acomodar, quero mudar!!!
E essa semana vi que podia fazer algo pela "Ética na blogosfera" e cá estou.
Fico imaginando se meus filhos, um dia, vão ser "proibidos" de manter um blog, ou qualquer outra ferramenta de comunicação, por falta de segurança.
Acho que o "Sr. Blogger" podia começar a nos ajudar, disponibilizando algum tipo de opção nas configurações, que proteja os nossos bloguitos do facilitador de plágio, o CTRL+C e CTRL V
Que tal, então, sugerirmos a tal proteção?

É isso.

Esses selinhos foram produzidos por Anne e esse tá liberado. Peguem e divulguem, sim!!!



PS.: Recomendo a leitura dos blogs listados!!!

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Eu sou chata!!!

Com certeza todo mundo que tem filho concorda que é maravilhoso criar uma criança. (ou melhor, os normais)
Essa semana, descobri mais uma das maravilhas da maternidade. Precisei ter uma menininha papagaia para perceber que eu sou MUITO chata!
Ela, não sei se por ser menina, me imita em tudo que eu faço. Imita também a professora, e as amiguinhas, mas quando ela faz algo espelhada em mim, fica bem evidente.
Vejo as minhas chatices pelos gestos dela, e fico horrorizada comigo mesma.
Outro dia o irmão trombou com ela no corredor sem querer e pediu desculpas. Ela falou: "Não desculpo!"
Quem fala isso sou eu... e falo quando eu não estou preparada para desculpar ainda, não para ser chata.
Sinceridade tem limite: é a chatice... e falar isso é muito mais chato do que eu imaginava.
Constatado o fato, (de eu ser chata) o que me resta é ficar de olho nas chatices da baixinha, procurar a origem e se vier de mim, analizar e tentar ser uma pessoa melhor.
Vantagem? Não ter que pagar um analista ainda.


Tal mãe, tal filha!!!



quarta-feira, 20 de outubro de 2010

A moda agora é ter uma penca de filhos.

Sempre fui tratada como uma anomalia em pessoa por ter 3 filhos. Quando eu dizia que tenho 3 filhos, as pessoas me olhavam com uma cara de "coitada" misturado com "é louca".
De um tempo para cá, tenho percebido que as coisas mudaram. 
Tenho visto muitas pessoas com 3 filhos ou mais.

Durante um papo entre mães, chegamos a conclusão que É MODA.
Depois da Angelina Jolie, ter um filho só não é in.  
E o pior da história: mostra que você não pode, financeiramente falando.
Então, agora, ao invés de ter o carro do ano, o que mostra que você tem grana é ter filho. 

Tô passada com essas conclusões, pois tenho visto pessoas que não tem condições psicológicas de ter nem um filho,  indo para o 4º...
Se Angelina Jolie cuida ou não de seus 5 filhos, isso eu não posso afirmar, mas o que eu sei, é o trabalho que me dá para esses 3 aqui de casa serem educados, não brigarem, fazerem a lição, tomar banho, etc. Com certeza não daria para eu passar uma temporada filmando, longe deles. Nós, mães, temos que fazer escolhas na vida... Ou filminho e milhões de dólares, ou filhinhos normais e educados.
Dá uma olhada no que eu li na http://folha.com/:


Uma babá que cuidou dos filhos de Angelina Jolie e Brad Pitt contou à revista americana "In Touch" que o casal de atores "não tem controle sobre os filhos".

"A casa é mais caótica do que qualquer pessoa pode imaginar", afirmou. "O lugar vive cheio de brigas, palavrões e ferimentos."
Segundo a ex-funcionária, os filhos assistem a filmes não indicados para sua idade e não se alimentam de forma saudável.
No caso de Maddox, de nove anos, as liberdades incluiriam beber vinho e dirigir o carro dos pais dentro do perímetro da casa.
Já Zahara costumaria falar palavrões em francês, enquanto Shiloh viveria ferida após se desentender com os irmãos.
"Tem muitas brigas entre as crianças, especialmente entre Maddox e Pax, que têm péssimo temperamento", revelou.
A babá diz ainda que Angelina teria ligado pedindo aos prantos que Brad Pitt adiantasse sua ida a Budapeste, onde ela estava filmando, para cuidar das crianças.
"Ela gosta de posar de super-mãe, mas não passa muito tempo com os filhos", afirmou


É claro que não dá para julgar uma família por uma babá que, provavelmente foi mandada embora e perdeu um salário de cinema, mas eu acho que faz sentido, sim!
Principalmente vendo aquela coitada da filha dela "brincando" de ser menino com tão pouca idade...




.



Delicadeza com a gestante

Quando eu estava grávida do Theo, um amigo distante do meu pai faleceu. Eu convivia muito com ele quando era criança, mas fazia tempo que não o via.
Minha mãe ligou para o meu marido para que ele desse a notícia pessoalmente, pois ela não queria que eu ficasse nervosa com o fato, por causa da gravidez.
Eu estava dirigindo e ele falando com ela. Eu já sou curiosa por natureza e ficava perguntando: "O que que ela quer?"
Ele desligou o telefone, e com a delicadeza que Deus lhe deu...

"Você GOSTAVA muito do tio Jocyr?"

Meu 4º filho

É um cachorro Lhasa Apso.
Já falei sobre o sonho de ter um cachorro e como ele foi realizado.
Mas de vez em quando olho para ele e tenho quase certeza que ele queria, mesmo, ser um gato!
Algumas coisas me levaram a concluir a isso:

  • Joey raramente late
  • Ele se lambe inteiro (mas, ao contrário dos gatos, ele fica fedendo)
  • Por ter se lambido inteiro, "gofa" pêlos
  • Na hora de se espreguiçar se curva todo e se arrepia
  • Adora ficar sentado na janela
E como se já não bastasse tudo isso...
  • Seu nome no pedigree é FÉLIX


É quase um felino!!! E eu que queria um cachorrinho...


Brincadeiras à parte, sou apaixonada por ele: Sonho realizadíssimo!!!


terça-feira, 19 de outubro de 2010

Weekend

O final de semana foi intenso...
Depois do almoço na casa da sogra, no sábado, Teteco teve jogo.
Fomos todos assistir, mas foi um jogo difícil. Perdemos.
Peguei as sobrinhas para dormir lá em casa.
Foi rápido, chegamos em casa umas 19 hrs, dei banho na galera, janta (pastel pode ser chamado de janta?) e às 22:30 tava todo mundo na cama porque tinhamos que acordar cedo no domingo.
Olha a farra na hora de dormir...




Domingão, todos de pé às 9 hrs (que eram 8 na verdade).
Luca teve dois jogos de semi-final. Ele joga em duas categorias. Sub 8 e sub 9.
O primeiro (sub9) perdemos. Desclassificados...paciência!
Entre um jogo e outro tomamos um lanchinho e brincamos no parque do clube.




Mas o segundo jogo foi daqueles de encher o peito de uma mãe de orgulho!!!
Meu filho, capitão do time, fez a diferença.
Depois de levar o time nas costas (palavras do técnico)  e um penalti sofrido (e não dado pelo querido juiz) o jogo que estava empatado em 3X3 foi para morte súbita...(quem marcar o gol ganha)
Não sei como estou viva. Fiquei MUITO nervosa. Depois de tanto esforço, um golzinho tomado podia nos desclassificar assim, num piscar de olhos.
Mas, meu craque não deixou barato...
Em menos de 5 minutos fez um golaço!!!
A carinha dele de satisfação tá gravada na minha mente até agora. Saiu correndo comemorando e a mãe louca se pôs a gritar: LINDOOOOOOOOOOOOOOOO!!!
Quem é mãe de esportista sabe o que eu estou falando...
Missão cumprida.
Domingo que vem é a final, e se tudo der certo, segunda terá uma fotinho dele aqui com a medalha de campeão no peito...e quem sabe o troféu de artilheiro do campeonato na mão!!!


ps.: A melhor parte é que, o time desclassificado por nós foi o mesmo que perdemos no sábado e o 1º jogo do domingo...Delícia!!!
O técnico desse time é um mau-caráter que ensina coisas horríveis para os meninos, como: adiantar a bola para cobrar lateral e meter porrada... mas isso é assunto para um outro post... 

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Eu e o blog no programa "Tudo de Bom"


Conheço a Renata Queiroga há uns 12 anos. Ela, professora de ballet, tinha uma escola de dança, e me chamou para dar aula lá.
Simpática, descontraída, de fácil convivência, e super competente. Eu adorava trabalhar com ela.
Foi mãe cedo, como eu, e na época trocávamos muitas figurinhas...
Mudou de profissão. Tem esse programa aqui na Baixada Santista e já é sucesso há 5 anos!!!
Me convidou para participar do programa ao vivo, que toda sexta reune mulheres para um bate papo sobre variados assuntos. Tipo Saia Justa...adoro!
Essa sexta foi sobre Mães com mais de 30. Opa, sou eu!!!
Não fui mãe aos 30, mas sou agora, não é?
Falamos sobre as mudanças que acontecem ao nos tornarmos mães.
Um dos assuntos foi: as mudanças na vida sexual do casal. Complica um pouquinho, claro, mas não podemos deixar a peteca cair.
A psicóloga especialista Márcia Atik, estava lá, e contou um caso de uma moça que antes mesmo de se casar, acha que "não está mais na fase" de namorar num dia chuvoso, debaixo do edredon...coitada!!!

Então ficou assim:
Renata Queiroga, a apresentadora, mãe de 2
Márcia Atik, psicóloga, mãe de 3 e vó de 5 (será que acertei?)
Patrícia Duarte, fotógrafa, mãe de 4
Euzinha, mãe de 3
Chris Fatalla, advogada, mãe de 1

Falamos também do meu querido bloguito... esse aqui mesmo. Inclusive foi ele que gerou o tema do programa. Não é demais!!!
Adorei, e espero que coloquem no You Tube para eu poder compartilhar com quem não é da Baixada e não teve acesso.

Obrigada, Rê!
Obrigada, quem veio me conhecer, através do programa, e gostou!
Obrigada, quem vem sempre!

Esse bloguito já tá me dando orgulho!!!

E quem disse que o assunto acabou com o final do programa???



Lições de vida em um final de semana

  1. Quando a empregada diz que vai vir segunda-feira, duvide e não deixe a casa uma zona
  2. Ninguém te ajuda se você não pedir
  3. Não resolva fazer uma sessão de X-Burger e X-Calabresa num domingo à noite se a sua empregada está com pneumonia
  4. Agradeça sempre, as pessoas gostam
  5. Eu não dou conta da minha casa sozinha
  6. Depois de uma semana sem empregada contrate uma passadeira
  7. O meu cachorro também é carente
  8. Se você não regar as plantas elas morrem
  9. Arrumar a casa, cantando Jorge Vercilo bem alto, ajuda
  10. A Brastemp é uma das melhores empresas que existe pois disponibilizou as secadoras de roupa
  11. Passar o anti-vírus no computador de vez em quando é bom
  12. Meus filhos sabem arrumar a cama
  13. As empresas de limpeza também falham
  14. Horário de verão só é bom depois que você se adapta, então não comemore que vai demorar para anoitecer assim que você receber a notícia.

Em breve, as atualizações sobre as coisas boas do weekend, e a participação no programa Tudo de Bom!!!

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Rapidinha da Lilica

Hoje veio uma santa faxineira dar um jeitinho no meu lar (thanks God) e a minha baixinha não deixou ela em paz nenhum minuto:

- Joga Jogo da Memória comigo?
- Você vai fazer comida para mim?

Mas o mais hilário, foi o que eu ouvi enquanto estava me trocando. A moça estava lavando o meu banheiro e a Lia estava sentada na porta ensinando inglês para ela...

- Como é azul em inglês?
- Não sei.
- Eu acabei de falar. É blue!
- Eu gravei o rosa. É pink, serve?

Coitada da santa Antônia, depois da bagunça que ela encontrou por aqui, e a professora mirim de inglês, com certeza, não volta nunca mais!!!

"- Feliz Dia dos Professores, sogrinha!" quem, eu???

Ontem me vi nessa situação: uma aluna me dando uma caixa de chocolate e me chamando de SOGRINHA!
- Isso quem resolve é o meu filho, querida!
As amigas dela ficaram ouriçadas para saber se eu ia contar para ele a novidade. A novidade é que ela gosta dele e achou por bem me fazer de pombo-correio, posso?
Sei que ele é lindo, sei que vou ser sogra, e de verdade, adoro a idéia, mas se vira, flor...
Brincadeiras à parte, ela é uma fofa, bagunceira que só ela... mas fofa!
Junto com os chocolates, ganhei também um cartão lindo:




Agora não sei se ela me ama mesmo, ou se tá querendo me comprar...rs


"Feliz Dia dos Professores"




quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Procura-se uma faxineira

Quarta-feira após o feriado, com uma mala cheia de roupa suja e uma casa de pernas para o ar e... 7:30 da manhã toca o telefone... é a empregada avisando que está com pneumonia pela, sei lá, terceira vez, e não vem até a próxima segunda! Que delícia, né?
O primeiro dia dá para ir levando, hoje eu surtei de vez...
  • não conseguia achar uma faxineira pra amanhã (agora já resolvi)
  • leva criança pro futebol
  • outra para o ballet
  • chega em casa e descobre que o cachorro fez xixi em 2 lugares errados
  • manda os meninos limparem
  • fiscaliza, senão não adianta
  • faz almoço
  • a dentista liga e, insanamente, aceita um horário às 15:30
  • arruma uma roupa de super-herói para 2 meninos que não aceitam nenhuma das sugestões, afinal, é semana da criança na escola
  • leva todo mundo para a escola
  • passa pra trocar o jogo de wii que não funcionou
  • a gasolina acaba, claro... enche o tanque
  • volta pra casa
  • lava a louça do almoço
  • pendura a roupa no varal
  • resolve tomar um banho (necessário)
  • discute pelo telefone, estressa mais ainda
  • joga as toalhas na máquina
  • descobre que acabou o sabão
Pronto, agora só falta tirar o lixo e relaxar uma horinha na cadeira do dentista...
  • o saco de lixo estoura e o lixo esparrama pelo chão da cozinha. Detalhe: o almoço foi feijoada e o lixo no chão era praticamente feijão, língua de porco, costelinha e farinha...
  • lava a cozinha e se atrasa pro dentista!!!
O meu dia foi MARAVILHOSO, gente!!!




quarta-feira, 13 de outubro de 2010

"Pinguim, pinguim, a dança do pinguim"

Podem criticar a Xuxa à vontade,  mas eu confesso que adoro!
Adoro porque lembra a minha infância, me faz lembrar os meninos começando a comer ao som do "Teddy, o polvo" e porque é bom demais...
A Lia ganhou o XSPB 10, e já vi que vai reinar por aqui por um bom tempo.
Ela não liga muito para DVD, mas com os dançantes ela pula do sofá e bota pra quebrar.
E nada melhor do que botar esses baixinhos folgados de hoje em dia para queimar calorias.
Eu, não só como mãe, mas também como professora de dança, assino embaixo!

Feriado em Sampa

Esse feriado não pudemos viajar. Aproveitamos, então, para curtir os passeios de São Paulo que há tanto tempo queríamos fazer.
Segunda fomos fazer um picnic no Ibirapuera. Estava um frio de rachar, mas mesmo assim, alugamos umas bikes e conhecemos o parque todo. Quando a criançada cansou paramos numa mesa perto de um parquinho e servimos o lanche. Não tiramos foto do picnic, pois a pessoa atrapalhada aqui, esqueceu a máquina no carro.
Adorei!!! Só fiquei chocada com uma coisa: é proibido subir nas árvores. Poxa, tanta árvore boa para subir, eu já tava organizando uma excursão UP, e o segurança cortou o meu barato. O marido agradeceu...



Ontem fomos ao Zoo. Uma audácia, já que sabíamos que estaria LOTADO. Mas acordamos cedo e chegamos lá às 9:15. Foi tranqüilo parar o carro e entrar. A minha irmã que chegou vinte minutos depois já enfrentou um sufoco.
Para a minha surpresa o hit do zoológico foi a  Dona GIRAFA. Eu, particularmente, me encanto sempre com os macacos. Os meninos queriam ver o leão, mas só apareceu a leoa. E a baixinha, que foi pela primeira vez, só queria saber da girafa...



Passeio em família é sempre bom!!!




terça-feira, 12 de outubro de 2010

Para todas as crianças:

FELIZ DIA DAS CRIANÇAS!!!

Eu simplesmente ADORO criança. Não só as minhas, TODAS!!!
Gosto do cheiro, do papo, de olhar, de brincar, de ensinar, de abraçar, de beijar, de pegar no colo, de girar, de dar pipoca, de dar presente, de rir junto, contar história...
Hoje, tenho vontade de abraçar todas que eu conheço e falar que eu quero que elas sejam MUITO felizes, sempre!!!
E é isso que eu desejo para os que eu não conheço também!!!
Filhos das mamães blogueiras, BEIJOS para TODOS!!!


segunda-feira, 11 de outubro de 2010

17 Maneiras de irritar os pais

O Theo tava no computador e grita para mim:

-Mãe, entrei numa comunidade muito maneira do Orkut. Chama "52 maneiras de irritar os seus pais".
- Ah, por isso que você me irrita tanto...rs
- Não, eu só entrei agora.
- E você já me irrita faz tempo, né? rs


Fui dar uma olhada na comunidade e achei coisas bem divertidas. Separei as que realmente me irritariam:

  1. Fique acendendo e apagando a luz e depois diga “ah, entendi!”.
  2. Coma coisas não comestíveis.
  3. Grite ‘mentira’ para tudo q eles disserem
  4. Finja ter uma Barata no seu quarto às 2:30 da manhã. E quando eles vierem diga: Ah, era apenas a minha borracha que estava no chão.
  5. Corra em círculos dentro do elevador
  6. Peide na hora do almoço.
  7. Arrote na hora do almoço
  8. Quando sua mãe estiver assistindo novela, troque de canal e coloque em um infantil e comece a cantar junto com a TV.
  9. Lamba sua mãe e pergunte se ela não toma banho, porque ela está com gosto muito ruim.
  10. Quando eles estiverem dormindo pergunte se eles estão dormindo. 
  11. Faça xixi no lixo da cozinha.
  12. Fale com eles de costas.
  13. Diga que vestir roupas é contra a sua religião.
  14. Fique na frente deles às 4 da manhã com um sorrisão e diga “bom dia, brilho do sol”.
  15. Puxe um fio de cabelo de alguém e diga “DNA".
  16. Cole seu dedo no nariz com superbonder.
  17. Ponha na testa 1 casquinha de sorvete e diga que é um lindo unicórnio.







sábado, 9 de outubro de 2010

11 anos casada. Muito feliz!!!



Conheci o meu marido quando tinha 19 anos. Nosso amor foi muito intenso, e quando eu tinha 20 engravidei.
Não foi nenhum drama. Queríamos casar um dia. Esse dia só foi antecipado.
Tivemos certeza da gravidez num sábado. Contamos logo para a minha irmã e para a minha cunhada. (foi minha irmã, inclusive, que foi pegar o resultado para mim). Meus pais estavam viajando e só chegariam domingo.
A família dele estava reunida na casa dos avós. E fomos lá. Nunca vou me esquecer a carinha de cada um ao receber a notícia. A minha sogra ficou preocupadíssima. Meu sogro curtiu. E a tia do meu marido, que também estava lá, se emocionou bastante ao lembrar da mesma situação que ela passou com a filha. 
Esse caso foi mais tenso que o meu, e ela falou para mim: "Quando a minha filha me contou que estava grávida não pude abraçá-la..."
Apoiados. Só faltava contar para a minha mãe e para o meu pai. Eu estava nervosa, mas achava que eles entenderiam.
Ficava ligando para ela várias vezes: Mãe, que horas vocês chegam? Vocês vão vir hoje?. Ela ficou preocupada, porque eu nunca ligava. Resultado: meu pai não gosta de viajar à noite e eles chegaram umas nove da noite, ou seja, estrada escura o tempo todo.
Quando eles chegaram fui correndo contar pra ela primeiro. Ela se assustou, mas já senti que ia ficar tudo bem.
Sentamos na sala eu, o Thiago, ela e meu pai. Meu marido começou a falar:

- Então... a gente quer se casar e gostaria do apoio de vocês, porque no começo vai ser dífícil... (meu marido trabalhava na área dele há 15 dias, na época. Eu já dava aula)
Meu pai ficou com cara de "tá, o que mais?"
- Então...a Ju tá grávida, mas não é só por isso que a gente vai casar, já íamos casar de qualquer jeito, só vamos acelerar um pouco as coisas!!!
Meu pai levantou. Me abraçou emocionado e disse:
- Pô, Juli, você só faz cagada...
...e saiu da sala. Nos olhamos pensando: Ferrou.
E enquanto conversamos um pouco com a minha mãe, que não abandonou a sala, ele voltou... com uma garrafa de vinho e 4 copos.
Brindamos e no dia seguinte começaram os preparativos para o casamento.

Pode não ser muito romântica a minha história, como nos filmes americanos, mas para mim teve um significado profundo. O meu marido não titubeou nem um segundo para abraçar a nossa futura família, mesmo a gente sabendo que ia ser difícil, financeiramente falando.
Minha família foi muito mais do que eu podia esperar. E a família do meu marido também...
Seguimos seguros.
Hoje fazem 11 anos.
Tivemos alguns momentos difíceis. Alguns mais fáceis. Muitos momentos felizes, alguns tristes.
Olho para trás e não faria NADA diferente. Formamos uma família linda, saudável, unida e FELIZ.  
Casamento dá trabalho para ser eterno, mais é isso que eu espero...

Te amo pra sempre, meu amor!!!








sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Pérola da afilhada

Julia e Maira tinham que entregar um convite para a Lia e outro para a Bebel. (Bebel tem uma irmã gêmea idêntica)
Julia começou a chorar desesperadamente para convencer a mãe e a Maira que ela entregaria para a Lia. As duas convencidas resolveram que, então, a Maira daria o convite para a Bebel. E a Maira não deixou passar. Com cara de sacana, falou para a irmã:



-Você fica confundida, né?


quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Pérola: "O casamento de Bebel"

Isabel foi a uma festinha da escola vestida de Branca de Neve:

- Vovó, se o Matheus Lopes estiver com a roupa de príncipe eu caso hoje com ele!!!

Uns dias depois:

- Isabel, porque agora o seu namorado é o Gabriel Conti?
- Porque o Matheus Lopes não quis casar comigo...

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Contabilidade Materna

Adoro listas e Matemática sempre foi a minha matéria preferida. Então, inspirada numa crônica de Denise Fraga (inclusive acabei o livro...snif. Quero mais 72 crônicas!!!) resolvi contar algumas atividades maternas para ter uma idéia do trabalho braçal que os meus filhos me proporcionaram. Achei impressionante!!!

Sou mãe há:


  • 10 anos
  • 3.932 dias
  • 94.368 horas
  • 5.662.080 minutos

  • Dei de mamar 3.907 vezes
  • Limpei 7.925 bundas
  • Dei 5.170 banhos
  • Fiz 6.460 mamadeiras
  • Briguei  8.760 vezes
  • Falei 29.923 nãos

Quero o meu salário atrasado com juros e correção monetária....
Como eu sei que ainda não tem instituição que faça isso, me contento com a conta final:

Dei 58.400 beijocas
Recebi aproximadamente 37.960 beijos

Isso realmente não tem preço!!!


terça-feira, 5 de outubro de 2010

Natal





Adoro Natal!!!
E com a chegada dos filhos foi ficando cada vez mais interessante.
Criei mais uma página aí em cima com as fotos de alguns "Natais" desde que eles nasceram.
Fazer isso me fez perceber que não tenho foto do 1º Natal do Luca...triste!!! Mas alguém deve ter e vou correr atrás e depois atualizo.
Divirtam-se!!!

Mães do século passado

Somos nós.
Os nossos filhos podem a qualquer momento soltar uma dessa: "Mãe, você é do século passado". E ele estará só constatando um fato, sem querer ofender.
Podem até ir mais longe, dizendo que somos de outro milênio, e essa eu acho ainda mais pesada.
Eles não fazem idéia de o que vem a ser um aparelho de fax, telefone de disco, walkman de tape (lembra como era ter que ficar voltando a música?) e outras coisas obsoletas.
É claro que essa distância das gerações, em relação à tecnologia, é natural. Mas aqui em casa a criançada não só sabe que existe, como já ouviu tocar um vinil na vitrola. Eles acham um pouco estranho, mas a fascinação é inevitável.
Minha mãe, grande proprietária de relíquias, mantém ainda guardados os discos de vinil, o Atari , o Pense bem,  Artur - o robô, o pianinho de madeira da minha irmã, a lousa que eu ganhei da minha avó no aniversário de 9 (?) anos...
Acho isso o máximo! Adoro quando os meus filhos e sobrinhas vão lá e se encantam com as velharias.
Mas o brinquedo mais incrível que temos guardado é o "Pangaré". É um cavalinho de lata que meu pai ganhou no aniversário de um ano, ou seja, quase 60 anos atrás, que anda conforme a criança dá impulso com os pés. Minha vó conta histórias dos brinquedos incríveis que o meu pai tinha. Fico feliz de terem salvo o Pangaré...





Esse é o famoso, protagonizando uma provável discussão do tipo "Agora é a minha vez".
O que tá em pé com cara de "esse cavalinho é do meu avô, com licença" é o Theo. O com cara de "não vou sair nem a pau" é o Ale. E a mocinha com ar de "tudo bem depois a gente resolve, olha pra foto" é a Tainá.
Detalhe: Ele vai para o palco esse ano pela 2ª vez (já é um artista)

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Tudo de volta ao normal

Com o filhote de volta ao lar, posso falar com mais propriedade, que foi tudo bem!
Experiência incrível para ele, e surpreendente para mim.
Achei que ia surtar de saudades e de preocupação. Não sou assim, mas como não tinha passado por nada igual, tive medo. Mas as expectativas do medo e da insegurança (minha e dele) foram maiores do que a realidade.
A primeira vez que deixei o Theo na escola para o primeiro dia de aula achei que, por eu trabalhar na escola e por ser o primeiro dia dele, eu ficaria esperando a adaptação. Ele tinha 1 ano e 3 meses e levei as coisas dele na mala de bebê, nem mochila ele tinha. Para o lanche, levei um potinho para preparar um mingau, já que estaria lá, mesmo. Mas a coordenadora virou para mim, já a caminho da salinha, e disse: "Como hoje é o primeiro dia, venha buscar às 15:30. Qualquer coisa a gente te liga". E me conduziu para fora do portão (gentilmente, é claro, mas foi como um soco no estômago)
Cheguei na casa da minha mãe, minha irmã estava lá, e queriam saber como tinha sido e coisa e tal. Eu só conseguia chorar e dizer: "Não acredito que deixei o meu filho lá. Eu sou uma péssima mãe de ter largado ele com pessoas desconhecidas para ele..."

Eu achei que agiria da mesma forma assim que o ônibus da excursão saísse. Como eu pude deixar o meu filhotinho de apenas 10 aninhos sair por 4 dias sem a mamãe por perto? E eu ainda paguei por isso???

Mas me surpreendi. Foi tranqüilo. Teve um dia que ele não me ligou e eu nem fui até Brotas correndo a pé!!!
Não sei se foi porque eu tinha 2 por perto para me distrair... não sei se foi porque na 5ª eu tive uma festa, 6ª eu tomei umas cervejas, sábado meu marido encheu a casa das 13hrs até às 23hrs (adoro), e domingo fui no cinema com o Lu e com a Lia... Eu sei que quando eu vi, meu filhote ligou dizendo que já estava entrando na cidade e eu saí correndo, subindo o zíper da calça para chegar antes dele na porta de escola.

Ele chegou sem voz, com uma mala até que bem arrumada, contando as novidades.
Ele AMOU. Parece que ele cresceu, e emagreceu, sei lá...
Se não fossem os R$39,00 perdidos teria sido impecável!!!

Ainda não tenho as fotos porque vou pegar com a coordenadora essa semana, mas assim que pegar mostro para vocês!!!

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Selinho charmosérrimo!!!



Ganhei um selinho que achei super charmoso. Fico feliz, também, pelo que ele diz "Leitura diária". Vocês não imaginam como eu estou feliz por conseguir postar quase que diariamente.
Quem me deu foi a Monique Marie Marguerite Riottot de La Riotterie Brown , mais conhecida como Mummy Brown.
E tem suas regrinhas... tem que responder um questionário que eu adorei desde que comecei a ler lá no blog dela. Vamo lá:



1) Nome completo:

Juliana Ramos Duarte dos Santos.
Nome de casada que eu mudarei assim que tiver paciência para a burucracia em questão. Quando casei já estava grávida do Theo e resolvi que queria ter o mesmo nome que ele. Bullshit. Tirei o nome da minha mãe para colocar o nome do meu sogro. Preciso falar que amo o meu sogro, mas isso não tem a ver com ele, e sim com o fato de eu querer ter o nome da minha família, só isso. Meu marido parece que entendeu (ou sabe que eu não terei paciência para mudar) mas como eu não cheguei a mudar os documentos para o nome de casada, ainda sou Juliana Garcia Ramos.

2) Um item de maquiagem que fez parte da sua infância?

Quem me conhece, sabe que eu não ligo para essas coisas até hoje. O que uso, hoje em dia, é por necessidade. Mas lembro da minha mãe me maquiar para as apresentações de ballet desde pequena.

3) A primeira tintura ou corte radical que voce fez no cabelo, se possível colocar fotos.

Minha mãe cortou o nosso cabelo joãozinho quando agente tinha uns 5 anos. Tirando o Chitãozinho que usamos aos 10. Por vontade própria, aos 13anos resolvi cortar chanel. Era um chanel repicado, bem legal e a minha irmã (que sempre imitava os meus cortes, rs) cortou em seguida...
Comecei a fazer luzes logo em seguida.
Adoro mudar, aqui vai umas mudanças desde que casei:




4) Música que marcou a minha adolescência:

Nossa foram tantas. Na adolescência eu descobri a minha paixão musical e conheci mais a fundo: Caetano, Djavan, Milton, Rita Lee, Cazuza, Raul Seixas, Beatles, Janis Joplin, Led Zeppelin... e todas eu trago até hoje. Mas se tenho que escolher uma, digo Lulu Santos e a música é "Toda forma de amor".

5) Seu esmalte preferido?

Eu sou uma pessoa que gosta de variar e que também não guarda o nome dos esmaltes. Adoraria um esmalte que mudasse de cor cada dia da semana, até eu fazer a unha de novo.

6) Sua peça de roupa favorita?

Calça jeans confortável.

7) Qual a cor de batom que voce mais usa?

Ultimamente, um rosa da Mac, presente de mamãe.

8) Uma foto sua:

Com certeza as minhas fotos prediletas são as dos meus filhos, mas como não estamos falando deles (dessa vez) vou colocar uma foto que eu amo (apesar de estar horrorosa porque numa situação dessa, a minha querida irmã só tirou UMA foto). É claro que tem história e eu vou tentar resumir: Sou fãzoca da Luana (até meus filhos chamam ela só pelo primeiro nome) acho ela poderosa, linda e, apesar de toda fofoca em cima dela por causa de seus namoros, acho que no fim, ela só procura a felicidade dela e dou o maior apoio. Troco email com ela (na verdade mando e ela me respone no site, mas já é uma troca) e no Bailinho (festa maravilhosa que eu já tive oportunidade de ir 4 vezes) encontrei ela e ela foi uma fofa, nos abraçamos e conversamos. Mas a minha irmã SÓ TIROU UMA FOTO. Ok, eu tô parecendo que tive um derrame, mais eu quase tive mesmo de emoção...





Vou aproveitar e fazer propaganda da peça dela que está agora em Sampa: "O Soldadinho e a Bailarina". É uma montagem do Soldadinho de Chumbo em formato de musical. Tá no Procópio Ferreira na rua Augusta. Portanto, paulistas procurando um programinha infantil pro fim de semana, acharam. (juro que não tô ganhando pro merchan, infelizmente) Vou assim que der...

Ah!!!
Esqueci de indicar as presenteadas (4 dias depois):
And the winner is:

Tem um monte do blogs que eu leio diariamente, mas andei vendo que nem todas colocam selinho nos blogs, e outras já ganharam...então...é isso!!!




Travessuras de mãe

Estou lendo o livro da Denise Fraga "Travessuras de Mãe". Sempre fui fã da coluna dela na Crescer, e o livro reune 72 crônicas sobre a maternidade e suas curiosidades, dúvidas e cotidiano. Já chorei muito, já ri muito... E hoje de manhã li uma que, devido ao meu atual estado choroso de ser, me emocionou muito. Talvez por eu estar passando por mudanças e o texto mostra essa conscientização dela na mesma fase em que me encontro.
Recomendo o livro, e para um petisco tem algumas crônicas no site da Crescer. Esse texto em especial chama: "O banco da frente é todo seu"


Divirtam-se e Boas travessuras no final de semana!!!

Meus babies