terça-feira, 24 de maio de 2011

Duvido de quem não gosta de criança!

Discurso que parece bem óbvio para uma mãe de 3 crianças!
Mas é muito mais que isso...

Respeito quem não quer ser mãe ou pai, e até admiro, (melhor que botar um filho no mundo que qualquer jeito) mas levantar bandeira ou ser indiferente com uma criança é quase que falta de caráter.

É como o Samuel Rosa diz, é improvável é impossível:

"É como não sentir calor
Em Cuiabá
Ou como no Arpoador
Não ver o mar..."

E eu ainda acrescentaria: "Ganhar um sorriso de criança e não sorrir de volta"
Eu sei, não rima e nem combina, mas faz o maior sentido!

Um Pediatra super famoso da cidade mora no meu prédio. O cara é capaz de subir no elevador 1000 vezes com os meus filhos e não falar bom dia.
Como pode ser a consulta de um profissional dessa área, que não sabe ser simpático com três crianças lindas? (corujices à parte)
Não levaria meus filhos no consultório dele por NADA nesse mundo!

Em compensação, tem um outro vizinho que eu adoro, só pelo jeito dele com a Lia!
Não sei se ele deve na praça, nem se ele xinga alguém no trânsito, (no trânsito, tudo bem, né?) mas para mim só o fato dele gostar do universo infantil e se interessar pelos pliés que a minha filha fez no ballet naquele dia, já é um ótimo termômetro para ele ser chamado de gente boa!  


foto: Patrícia Duarte

9 comentários:

  1. Também não entendo, podíamos mudar a música: "Quem não gosta de criança, bom sujeito não é, ou é ruim da cabeça ou doente do pé!" :)
    Beijos
    Gabi
    minhas3filhaslindas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Putz... e pq o infeliz não foi ser urologista, então?? Não entendo!

    Seu post me fez lembrar da Joana, minha caçula (7 meses). Ela é meio que acostumada - apesar da pouca idade - a ter atenção. É normal pra ela (e às vezes incômodo para a mãe) que num passeio de shopping sejamos parados, pelo menos, umas 4 vezes para alguém mandar um elogio em tatibitati. Agora pensa vc... esse ser (que se abre em sorrisos para qualquer um que falar com ela) dentro do elevador encarando SEM PARAR a pessoa... só pq não levou a "cantada" de sempre. É hilário e virou moda!! Se a pessoa entra e não fala ela olha, olha, olha até a pessoa se virar e dar um sorrisinho... aí ela fica satisfeita e devolve um sorrisão!! Figuraça!
    bjs
    Fabiana
    http://2-ao-quadrado.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. E pior é que existem sim, uma pena...
    Mas, fazer?
    Beijocas,
    Aretusa, mamãe da Doce Sophia

    ResponderExcluir
  4. Pessoal eu acho absolutamente normal não gostar de crianças, sorry... Eu mesma não sou muito fã crianças, não seria capaz de nenhum tipo de grosseria ou desrespeito, mas me incomoda imensamente ter que fingir ou bricar com a criança de alguém para manter as boas relações. Desculpem mas se alguém não faz bulú bilú para uma criança não deixa de ser uma boa pessoa, é apenas uma boa pessoa que não gosta de crianças (e que não deve trabalhar com isso, é claro).

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Também não gosto de crianças, principalmente bebês e suas mães babonas. éca.

    ResponderExcluir
  7. um babaca que fala uma coisa dessas não sei não... um dia foi criança tbm e só pode ter sido ignorado pela familia ou por pessoas que "não gostam de crianças"

    ResponderExcluir
  8. Eu também não gosto de criança, não adianta as pessoas falarem "mas você também já foi criança" pq isso não muda nada
    Eu sou misantropa e crianças ou grandes agitações perto de mim me deixam irritada, então prefiro que elas fiquem lá perto de suas mães do que perto de mim, elas bonitas realmente mas não ajuda em nada.

    ResponderExcluir
  9. Também passo. Criança é muito legal, desde que longe de mim! Prefiro ser sincero e dizer que não gosto do que usar de artifícios falsos como "bilu-bilu", "que criança linda!" e por aí vai, só pra satisfazer o ego do pai e/ou da mãe.

    ResponderExcluir

O que você acha???